CVA :: Clube de Voleibol de Aveiro ::
Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/cvavolei/public_html/design.php:3) in /home/cvavolei/public_html/design.php on line 18

Clube de Voleibol de Aveiro

Mini-Voleibol Bolinha (Centro Gira-Volei)

Projecto Bolinha | Minis A | Minis B | Notícias | O Papel da Educação Física no Desenvolvimento Humano

O Papel da Educação Física no Desenvolvimento Humano

O principal instrumento da educação física é o movimento, por ser o denominador comum de diversos campos sensoriais. O desenvolvimento do ser humano dá-se a partir da integração entre a motricidade, a emoção e o pensamento.

No caso específico da educação física, o profissional dessa área possui ferramentas valiosas para provocar estímulos que levem a esse desenvolvimento de forma bastante harmoniosa: a brincadeira, o jogo e o desporto. Os jogos em grupo são de grande valor no processo pedagógico desenvolvendo aspectos como o aumento da auto-estima, confiança, respeito mútuo, comunicação, criatividade, alegria e entusiasmo.

A aprendizagem e o desenvolvimento estão inter-relacionados desde que a criança passa a ter contacto com o mundo. Na interacção com o meio social e físico a criança passa a desenvolver-se de forma mais abrangente e eficiente. Isso significa que a partir do envolvimento com o seu meio social são desencadeados diversos processos internos de desenvolvimento que permitirão um novo patamar de desenvolvimento.

A criança, por meio da observação, imitação e experimentação das instruções recebidas de pessoas mais experientes, vivência de diversas experiências físicas e culturais vai construindo, dessa forma, um conhecimento a respeito do mundo que a cerca.

Para que esses conceitos sejam desenvolvidos e incutidos no aprendiz o meio ambiente tem que ser desafiador, exigente, para poder sempre estimular o intelecto e a acção motora desta pessoa. No entanto, não basta apenas oferecer estímulos para que a criança se desenvolva normalmente. A eficácia da estimulação depende também do contexto afectivo em que esse estímulo se insere. Essa acção está directamente ligada ao relacionamento entre o estimulador e a criança. É aqui que entra o Projecto Bolinha. No projecto Bolinha as crianças envolvem-se num clima afectivo que serve para transmitir valores, atitudes e conhecimentos que visam o desenvolvimento integral do ser humano.